domingo, 27 de maio de 2012

Facebook do livro do Papão do Norte

Abro um espaço aqui no blog para deixar o Facebook do livro "Memória Rubro-Negra: de Moto Club a Eterno Papão do Norte". Será neste canal onde concentraremos todas as informações sobre o livro, desde divulgação em programas de rádio e TV até postagens de fotos do Moto e também no dia do lançamento. Sortearemos, em breve, camisas personalizadas do livro e brindes do Moto Club. Curta e participe da página...


Capa do Facebook do livro do Moto Club

FOTOS DE DIVULGAÇÃO DO LIVRO






 


Grandes ídolos do Moto Club

Deixo aqui algumas fotos promocionais do livro do Moto Club, que será lançado em Setembro deste ano...

 Gil Lima, centroavante baiano do início da década de 80

 Neguinho, o "Deus da Raça"

 Raimundinho Lopes, do Moto Club para o exterior...

 Pelezinho, crque do Papão na década de 60

  Vila Nova, uma lenda no gol do Moto Club...

 Bassi, ídolo dos anos 80...

 Zezico...

 Kléber Pereira, ídolo recente do Moto

Newton. Não o conhece? Pergunte ao Júnior, ex-Flamengo e atual comentarista da Globo...

Catulo da Paixão Cearense

Há 66 anos falecia (1946) Catulo da Paixão Cearense, um dos maranhenses que mais contribuíram para o enriquecimento da música brasileira. Em qualquer outra parte do Mundo, esta data seria motivo para seminários, lançamentos de livros, regravações de músicas, exposição fotográficas etc, mas, paciência, estamos no Maranhão. Catulo mudou-se de São Luís com treze anos de idade, e depois do Ceará foi para o Rio de Janeiro, onde ganhou fama. Apesar do prestígio internacional, sua casa era modesta e as divisórias eram feitas de lençóis, por isto, sempre que ia receber visita importante, dizia à mulher: “cabocla, lava as paredes...” na Rua Grande, ao lado do Unibanco, a placa na fachada da casa onde nasceu. Em frente ao Nhozinho Santos, uma estátua encomendada diretamente do Rio de Janeiro e posta em frente aos estádio no já longínquo 1948... Foi tudo o que os conterrâneos de São Luís conseguiram fazer para preservar sua memória. O blog deixa aqui uma pequena homenagem




Homenagem a José Oliveira "Fogoió", único fundador vivo do PARTIDO DO BODE

Depois de um tempo sem postar nada aqui por problemas no meu notebook, deixo aqui algumas fotos muito bacanas de um encontro que vale a pena ser comentado aqui. Na tarde do último sábado, 19 de Maio de 2012, o torcedor e atual líder da torcida PARTIDO DO BODE, Gustavo Tanus, neto do antigo integrante Napá, prestou uma linda e emocionante homenagem ao único fundador vivo da torcida, José Oliveira, o conhecido Fogoió. Ele foi integrante do “Partido do Bode”, grupo fundando em 1943 e constituído com a finalidade principal de ajudar de várias formas a agremiação atleticana, ao lado de Napá, Heitor Guterres (Vitrola), Jaime Paiva (Boquinha), Frazão (Barrigudo), Habibe, Zé Antena. Desses, apenas Fogoió está vivo e residia havia pouco tempo na cidade de Bacabal.

Gustavo entregou a Fogoió uma linda placa, uma camisa e uma bandeira do PARTIDO DO BODE, o que deixou o único fundador vivo do partido muito emocionado. Deixamos registrado aqui algumas fotos do encontro da antiga e da nova geração da torcida organizada mais antiga do futebol maranhense. Eu, Hugo saraiva, tive a honra e o prazer em conhecer pessoalmente o José Oliveira (inclusive as fotos abaixo foram tiradas por mim nesse encontro)...

Leia mais: http://partidodobode.webnode.com/homenagem/